INÍCIO SOBRE PARCEIROS RESENHAS ENTREVISTAS CONTATO

sábado, 12 de maio de 2012

A Garota dos Pés de Vidro


Oii!
Hoje trago a resenha do livro “ A garota dos pés de vidro”. A primeira vez que eu vi o livro achei a capa linda e sinopse interessante. Depois de um tempo, li uma resenha super negativa. Procurei outra e lá estava: mais uma resenha negativa. Fiquei com isso na cabeça: o livro é bom ou não? Mas como eu tinha outros para ler, acabei deixando passar. Até que eu li a resenha perfeita da Gleice, do blog Murmúrios Pessoais, e a vontade de ler o livro voltou com tudo. Aproveitei uma promoção do submarino e comprei!

Midas é um jovem marcado pelo passado. Ele é tímido, não tem muito contato com as pessoas e vê o mundo através da sua câmera fotográfica. Foi a paixão por fotografia que o levou a conhecer a garota. Quando ele procurava a melhor luz, encontrou Ida no bosque. Ele sustentou a conversa apenas respondendo as perguntas dela, mas prestou muita atenção em sua aparência.

 “Ela parecia ter saído de um filme dos anos cinquenta. A pele clara e o cabelo loiro eram tão pálidos que pareciam monocromáticos. Seu longo casaco estava amarrado na cintura por um cinto de tecido.” Página 9.

Mesmo contra sua vontade, Midas não conseguia parar de pensar em Ida. O seu modo pausado de andar, as botas grandes de mais e a doença dos pés, que ela citou vagamente, o intrigavam. Ele queria vê-la novamente, mas para isso teria que lutar com os medos do passado. Quando ela apareceu e o convidou para sair, ele descobriu de uma forma pouco educada, que os pés dela estavam virando vidro. Literalmente.Ida está à procura de uma cura, e pede ajuda a Midas. Eles estão se envolvendo cada vez mais, porém, o fotógrafo tem inúmeras barreiras em seu interior e ela tem medo do tempo.

“Era engraçado que tivesse se tornado grata por aqueles arrepios e coceiras, por queimaduras e arranhões. Ela queria tudo isso. Ela queria dor nas costas, e artrite, queria ficar surda e louca se isso significasse que podia estar viva pelos anos necessários para chegar a essas coisas.” Página 198.

A estória se passa em um lugar fantástico e conta com pântanos congelados,  vacas voadoras e criaturas inteiramente brancas, até nos olhos. É muito bom mergulhar nesse universo, e acompanhar o progresso na vida de Midas e é triste ver a confiança e a alegria de Ida virando incertezas. As descrições são compridas, o que pode diminuir um pouco o ritmo de leitura, mas eu gostei. 
O livro é maravilhoso, mostra como às vezes é preciso viver e não apenas sobreviver. Sem contas que além da capa linda, as folhas tem a borda cinza. Recomendo.

9 comentários:

  1. Já está na minha lista de desejados desde o começo do ano quando li uma resenha dele, a capa de cara já é atraente, a estória só me faz mais interessada nele *O*

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabi

    Eu achei esta capa linda,mas confesso não tinha lido nada sobre este livro.

    Bem, costumo não ser fã de textos tão descritivos.Mas gostei bastante da sua resenha que foi objetiva e sincera...vou anotar na minha lista de interesses.

    Beijos,
    Islayne

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou da resenha Islayne! :]
      Eu acredito que nesse caso as descrições enriqueceram o livro. A capa é mesmo linda!! Estou encantada! haha

      Beijos

      Excluir
  3. Oiii... EStou com esse livro aqui na minha estante pra lê-lo. Adorei a sua resenha! Nunca tinha visto uma resenha dele. Eu fiquei sabendo dele através da minha irmã e acabei comprando tbm.

    Bjuuuuuuuussssss

    www.perdidasnabiblioteca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal!! Leia sim, pois vale a pena! :)

      Beijos

      Excluir
  4. Eu sempre quero compra esse livro, mas nunca da certo. Já começa pela diagramação que a leya fez um trabalho bem legal e depois a sinopse, interessante e diferente. Eu já gosto de livros bemm detalhista, acho que da pra imaginar melhor qndo se tem todos os detalhes.

    Bjus, @dnisin
    http://diamanteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu consegui imaginar todas as cenas perfeitamente. Os detalhes contribuíram bastante para isso!

      Beijos

      Excluir
  5. Embora eu já tivesse ouvido falar desse livro eu nunca tinha lido nada ele.
    Pela sinopse e sua resenha parece que vale a pena ler, fiquei muito intrigado pelo fato dos pés dela estarem virando vidro, literalmente.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse fato atiça muito a curiosidade... Pés de vidro, como assim? haha :)

      Excluir