INÍCIO SOBRE PARCEIROS RESENHAS ENTREVISTAS CONTATO

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Tirinhas: Leia!

Boa tarde pessoal!
Hoje vou postar uma tirinha que foi enviada pela Amanda, e que mostra de uma maneira divertida a importância da leitura.
Beijos e ótimo final de semana!

Divulgação: Série Verde

Olá!
A Editora Baldon está lançando a 'Série Verde', da autora Isa Colli. A série ilustrada é voltada para o público infanto juvenil e tem como tema principal a preservação do meio ambiente. Vamos conferir?

A Arvore Dourada é uma historinha que conta sobre o despertar de um garotinho para o melhor entendimento de cada vida, dos moradores de um lindo pomar.
Nela, as crianças poderão ter acesso a conhecimentos diversos sobre o funcionamento da natureza perfeita que nos cerca e embarcarem com Juca numa aventura imaginária e muito educativa. Durante um simples passeio, ele aprende sobre a importância de cada ser vivente e se orgulha dos amigos que conheceu nesse cenário mágico e encantador.



Como a Cachoeira da Espuma, em Montes Belos, existem muitos outros santuários
da Fada Malena espalhados por todo o mundo. Na história, aprendemos a ter a
justa consciência sobre a necessidade da preservação de nosso lindo planeta.
Certamente seremos muito felizes se seguirmos as orientações da fadinha e
pudermos garantir que nossos filhos e seus sucessores possam viver em um
mundo limpo e conservado em suas forças naturais, com cachoeiras límpidas,
florestas vivas, mares azuis e ar purificado.
A Fada Malena fez bem a parte dela, façamos nós a nossa.
Preservação ambiental e reciclagem são coisas da maior importância, para todos nós.
Devemos aprender com os bichos da historinha, como proceder diante das situações de depredações e falta de cuidado com o meio ambiente, da necessidade de preservar as nossas reservas naturais. 
Embarque nessa aventura com a bicharada que vive na Lagoa Grinalda e aprenda a importância da amizade, do trabalho em equipe, do respeito ao meio ambiente e da reciclagem.
A união fez, faz e sempre fará a grande diferença!


Como a Nuvem Floquinho nos mostrará na historinha, devemos estar muito
atentos ao desperdício da água no planeta. Ela é o combustível que movimenta
o motor de todos os seres viventes e deve ser cuidada com muito carinho.
Devemos tomar consciência e seguir o exemplo da nuvenzinha, que diante dos
desperdícios e da poluição das fontes, lagos, rios e mares, tomou uma atitude
de preservação e conscientização da importância da água para a sobrevivência
do planeta.


Nesta historinha aprenderemos de forma encantadora, que por causa da inclinação da terra em relação ao sol, ocorrem as quatro estações do ano: Outono, Inverno, Primavera e Verão. Venha visitar o reino mágico de Sofia e conheça de perto a sua linda família, que governa até os dias de hoje, os dozes meses do ano na terra.








Gostaram dos lançamentos? Fica a dica para quem tem filho ou irmão pequeno. :)

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Jogos Vorazes

Sinopse:
Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?



Antes de ler Jogos Vorazes eu já tinha lido várias resenhas a respeito, mas fiquei nessa de "Quando der, eu compro". A oportunidade surgiu em uma promoção do submarino, onde comprei o box por R$29,90 com frete grátis. Logo nos primeiros capítulos já percebi o porque de tanto alvoroço em cima do livro: a estória sequestra o leitor. É impossível parar de ler.

Panem é uma nação formada por doze distritos. No passado havia mais um, o Distrito 13, mas ele foi destruído quando seus moradores se rebelaram contra a capital. Para controlar a população e lembrar que a Capital não deve ser desafiada novamente, foram criados os Jogos Vorazes. O evento acontece anualmente e faz com que cada Distrito sorteie um casal de tributos, entre 12 e 18 anos, para lutarem até que reste apenas um sobrevivente.

 Katniss é uma garota de 16 anos, moradora do Distrito 12. Desde que seu pai morreu, ela assumiu o cargo de chefe da família, já que sua mãe se fechou para o mundo e sua irmã era muito pequena. Para conseguir alimentos ela caça para vender e, apesar de ser uma atividade ilegal, ela nunca teve problemas com isso.

"A maioria dos Pacificadores faz vista grossa para os poucos de nós que caçam porque eles são tão ávidos de carne fresca quanto qualquer outra pessoa." 
Página 12

O livro é narrado pela Katniss e começa no dia da colheita, o evento que sorteia os tributos. Ela teme que seu nome seja selecionado esse ano, pois já se inscreveu várias vezes para os jogos. Quando todas as probabilidades são ignoradas e sua irmã Prim, que se inscreveu apenas uma vez, é selecionada, Katniss fica desesperada e se oferece para ir em seu lugar. Devido a narração ser em primeira pessoa, consegui sentir o medo de Katniss e atmosfera de terror presente ali.

Após a colheita, o livro consegue mostrar a monstruosidade de criar um jogo onde adolescentes são obrigados a matar e morrer, e obrigar a nação inteira assistir e celebrar. Ao mesmo tempo, mostra a fartura, beleza e futilidade presentes na capital. A desigualdade e o abuso de poder estão presentes no livro todo.

"Levar as crianças de nossos distritos, forçá-las a matar umas às outras enquanto todos nós assistimos pela televisão. Essa é a maneira encontrada pela Capital de nos lembrar de como estamos totalmente subjugados a ela." 
Página 25 

Não vou contar o que acontece depois que os jogos começam para não estragar a surpresa de quem vai ler, mas vou fazer algumas observações. Antes de ler, eu imaginava que o livro seria uma batalha totalmente sangrenta, o que não me apetece nem um pouco. Eu estava errada. O livro contém cenas de morte sim, mas nada absurdo, que deixe a leitura desagradável.

Os personagens secundários são muito bem construídos, todos com um diferencial que chama a atenção e conquista o leitor. Entre eles, acho que o meu preferido é o Haymitch. Ele é o mentor dos tributos do Distrito 12 e, apesar de geralmente estar bêbado, acredito que tem muito dele que ainda não foi revelado.

Durante a leitura, fiquei pensando o que acontecia em outros lugares enquanto a Katniss narrava o que acontecia com ela. A princípio pode parecer um ponto negativo, mas quando li o segundo livro (Em Chamas), as questões que levantei foram solucionadas com maestria pela autora. 

Eu realmente gostei muito do livro, que entrou para a minha lista de favoritos. Recomendo. :)

sábado, 22 de setembro de 2012

Promoção: O que fazer se você estiver morto

Olá leitores!
A Editora Philae disponibilizou um exemplar do livro 'O que fazer se você estiver morto' (resenha aqui) para ser sorteado aqui no blog!! \o/
Fiquei muito feliz por poder compartilhar esse livro com vocês, pois ele me surpreendeu de maneira bem positiva.

Para participar é simples:
a Rafflecopter giveaway

Regras:
-Seguir o blog pelo GFC;
-Ser residente no Brasil.

Boa sorte!!

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Tirinhas: Cheiro de livro

Com o final de semana chegando, nada melhor do que começar uma nova leitura, concordam? Para entrar no clima, eu trouxe uma tirinha que mostra uma atitude comum aos leitores assíduos: Cheirar livros novos.
Boa leitura! :)

Parceria: Novo Conceito

Bom dia pessoal!
Hoje trago uma ótima notícia. A Editora Novo Conceito aceitou parceria com o blog
Eu fiquei muito (muito, muito) feliz com essa nova conquista, pois a Editora sempre lança ótimos livros. Agradeço a confiança no blog. 
Vamos conhecer um pouco mais sobre a Editora Novo Conceito?
No topo das listas, na cabeça dos leitores.
Somos jovens, estamos em constante movimentação e temos o mercado editorial em nosso DNA. Somos a Editora Novo Conceito.
Fundada em 2004, a Editora Novo Conceito desenvolve publicações de qualidade, afinadas com os acontecimentos atuais do mundo globalizado.
Atualmente, a Editora apresenta um portfólio com mais de 200 livros entre lançamentos internacionais e nacionais, e vem apontando tendências nas áreas de negócios, empreendedorismo, literatura, comportamento, atualidades, biografias, medicina e saúde.
Temos paixão por livros e queremos construir uma nova cultura editorial no Brasil, ampliando o público leitor brasileiro. Um projeto que cresce a passos largos, agradando cada vez mais um público amplo, exigente e diversificado, que colocou a Novo Conceito no topo das listas das publicações mais vendidas do Brasil e não quer mais tirar nossos livros da cabeça.

Conheça alguns lançamentos da editora:

Charlotte Street
Tudo começa com uma garota... (porque sim, sempre há uma garota...) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo... E agora Jason — ex-prodessor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder... É engraçado como as coisas algumas situações se desenrolam...
Cuco
Polly é a mais antiga amiga de Rose. Então quando ela liga para dar a notícia que seu marido morreu, Rose não pensa duas vezes ao convidá-la para ficar em sua casa. Ela faria qualquer coisa pela amiga; sempre foi assim.
Polly sempre foi singular — uma das qualidades que Rose mais admirava nela — e desde o momento em que ela e seus dois filhos chegaram na porta de Rose, fica óbvio que ela não é uma típica viúva. Mas quanto mais Polly fica na casa, mais Rose pensa o quanto a conhece. Ela não consegue parar de pensar, também, se sua presença tem algo a ver com o fato de Rose estar perdendo o controle de sua família e sua casa.
Enquanto o mundo de Rose é meticulosamente destruído, uma coisa fica clara: tirar Polly da casa está cada vez mais difícil. (Skoob)

P.S. Eu te amo
Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. 

Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.
(Skoob)


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Portraits Génétiques por Ulric Collette

Conheci o trabalho do fotógrafo Ulric Collette esses dias e achei bem interessante. Formado em arte e design gráfico, ele é autor da série fotográfica  Portraits Génétiques, que mostra as semelhanças genéticas de membros da mesma família através da fotografia. Em algumas fotos, se faz verdadeiro aquele ditado: “Fulano é a cara da mãe/pai”. 

Filho / Pai: Nathan, 7 anos & Ulric, 29 anos (2008)
Gêmeas: Laurence & Christine, 20 anos
Pai / Filho: Denis, 53 anos & William, 28 anos
Irmãs:  Isabelle, 32 anos & Amélie, 33 anos
Pai / Filho: Laval, 56 anos & Vincent, 29 anos
Filha / Mãe: Marie-Pier, 18 anos & N'sira, 49 anos 

Sobre o artista:

domingo, 16 de setembro de 2012

Assassinato no campo de golfe

Uma carta de um desconhecido, com um pedido de socorro, leva o detetive belga Hercule Poirot e seu ajudante Hastings à França, em busca de respostas para uma série de perguntas. Qual seria a relação entre os dois assassinatos cometidos com um intervalo de mais de 20 anos? Qual a ligação entre a mulher de um misterioso milionário e sua amante? Qual a conexão entre um fio de cabelo, uma espátula ensangüentada, um cano de chumbo e um campo de golfe?

O detetive Poirot e seu amigo Hastings vão a uma pequena cidade da França a pedido de um misterioso milionário, que teme por sua vida. Ao chegarem lá, descobrem que o milionário foi encontrado morto naquela manhã. Sem perder tempo, Poirot quer ficar a par de todos os acontecimentos para descobrir quem está por trás do assassinato. 

Entre fragmentos de um cheque, possíveis amantes e uma briga feia com o filho, o detetive vai reconstruindo os últimos acontecimentos que envolveram o milionário. Para dificultar ainda mais o caso, outro corpo, de um desconhecido, é encontrado. Agora Poirot tem que juntar as evidências e correr contra o tempo para salvar um inocente e provar que o raciocínio consegue desvendar até os casos mais obscuros.

“Temos aqui uma verdadeira pista... uma pista... uma pista psicológica. Pode saber tudo a respeito de cigarros e fósforos, Sr. Giraud, mas eu, Hercule  Poirot, conheço a mente humana!”- Página 88. 

O livro é narrado em primeira pessoa, pelo Hastings. Ele registra suas impressões, as ações de Poirot e faz suas próprias descobertas. Ele tenta ajudar, mas não é muito bem sucedido. 

A estória conta com vários personagens e muitas reviravoltas. Quando tudo parece se encaixar, Poirot nos mostra que não é bem assim e apresenta um novo fato que passou despercebido. Com isso, o livro fica recheado de mistério e ação até as últimas páginas. 

“Método, entende, mon ami? É tudo uma questão de método. Ponha os fatos em ordem. Ponha as suas próprias ideias em ordem. E se algum pequeno fato por acaso não se ajustar, em vez de descartá-lo, examine-o ainda mais atentamente. Embora o significado dele possa lhe escapar no momento, fique certo que é importante.” – Página 115. 

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Tirinhas: André Dahmer

Olá queridos!
Entre as inúmeras tirinhas que vejo todos os dias no facebook, as tirinhas do André Dahmer começaram a chamar minha atenção. Ele aborda diversos assuntos atuais, sempre com pitadas de ironia. Gostei bastante do trabalho dele. 
Alguém já conhecia?

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Infográfico: Torre Eiffel

Oii pessoal!
Semana passada tive um trabalho na faculdade sobre infográficos. Vim mostrar o resultado do meu grupo (Amanda e Pablo) e um pouquinho do conceito. O Infográfico funciona como uma estrutura informativa que associa imagem e texto, facilitando a compreensão e oferecendo uma noção clara do assunto.
Nós escolhemos a construção da Torre Eiffel como tema. Espero que vocês gostem! :)

P.S.: A imagem aumenta se clicar.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Dica da semana: Sombras da Noite


Sinopse
No ano de 1752, Joshua, Naomi Collins e seu filho Barnabas, foram embora de Liverpool, Inglaterra, para começar uma nova vida na América. Mas mesmo um oceano não foi suficiente para escapar da misteriosa maldição que atormenta sua família. Duas décadas se passaram e Barnabas (Johnny Depp) tem o mundo aos seus pés, ou pelo menos a cidade de Collinsport, Maine. Capitão do Collinwood Manor, Barnabas é rico, poderoso e um playboy inveterado ... até que ele comete o erro grave de quebrar o coração de Angelique (Eva Green), uma bruxa, em todos os sentidos da palavra, Angelique condena-o a um destino pior que a morte, transformando-o em um vampiro e enterrando-o vivo.
Dois séculos mais tarde, Barnabas é libertado de seu túmulo, e surge nos dias modernos.


Quando eu soube de mais um filme que iria unir o trabalho do Tim Burton e com a atuação do Johnny Depp, fiquei super animada para assistir. E não me decepcionei. Li muitos comentários negativos, dizendo que o filme é fraco, mas sinceramente eu gostei muito.

Barnabas saiu de Liverpool (♥) para ir à América, onde seu pai fez fortuna. Sua vida tinha tudo para ser perfeita, mas quando ele dispensa a apaixonada Angelique tudo começa a desmoronar. Já que seu amor não é correspondido, Angelique mostra literalmente seu lado bruxa, transformando Barnabas em vampiro e o enterrando vivo.

Depois de dois séculos, Barnabas consegue se libertar e encontra uma situação bem desanimadora. Sua casa e a fabrica de seu pai estão totalmente deterioradas e sua família está falida. Para piorar, quem manda agora na cidade é sua antiga inimiga: Angelique.

Ao voltar a ter convívio com a sociedade, Barnabas fica totalmente perdido. Depp interpretou de maneira incrível a confusão e os modos antiquados do personagem para a época (anos 70). A propósito, gostei de todos os personagens, cada um tem uma particularidade. 

A trilha sonora do filme conta com Iggy Pop, Barry White, Alice Cooper e muito mais, ou seja, só tocou música ótima! O figurino e os cenários também estavam perfeitos, como em todos os filmes do Burton. A atmosfera é misteriosa e ao mesmo tempo divertida.
Vale a pena assistir!! *-*


Trailer:

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Tirinhas: Independência ou morte?

Boa noite!
Eu queria postar uma tirinha sobre a Independência do Brasil, mas infelizmente não achei muitas opções. Dentre as que eu achei, a que mais gostei foi essa charge. Espero que vocês gostem também!
 Bom fim de semana!

P.S.: Se alguém tiver tirinhas interessantes e quiser mandar para o meu e-mail (umapitadadecultura@hotmail), eu posto aqui no blog!

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Série: Revenge

Oii queridos, estão animados para o feriado?
Hoje vim mostrar uma série que conheci ano passado, mas por conta da rotina trabalho/faculdade/blog não consegui acompanhar. Agora que  Pretty Little Liars as outras séries que eu acompanho entraram de férias, voltei a assistir Revenge. 

Riqueza, beleza e status definem as pessoas nessa cidade, mas uma mulher está disposta a destruir todo mundo por vingança. Emily Thorne é nova em Hamptons. Conheceu alguns de seus vizinhos ricos, fez alguns novos amigos e parece combinar com a cidade. Mas alguma coisa é estranha sobre uma jovem garota vivendo sozinha em uma cidade de classe alta…e a verdade é que Emily não é exatamente nova para a vizinhança. O fato é que essa já foi sua casa um dia, até algo horrível acontecer que arruinou sua família e reputação. Agora Emily está de volta, e voltou para corrigir alguns dos erros da melhor forma que sabe – com vingança.

Já no primeiro episódio Emily (Emily VanCamp) destrói a vida da mulher que um dia foi secretária de seu pai, de uma maneira totalmente inteligente e sutil. Também no primeiro episódio ela conhece Daniel (Joshua Bowman), o filho querido da Victoria (Madeleine Stowe) a "rainha de Hamptons". Conforme Emily vai se adequando a vida em Hamptons, o ritmo de suas vinganças vai diminuindo. Mas não pense que ela desistiu.  Para não esquecer, ela regularmente assiste todos os depoimentos e vê as fotos da época em que seu pai foi condenado injustamente, pelas pessoas que hoje tratam super bem a nova vizinha.

Até agora assisti metade da primeira temporada, e gostei bastante da série. A cada episódio aumenta minha curiosidade. Não comentei sobre os demais personagens, pois é difícil não soltar spoilers. Vale a pena assistir e entrar nesse mundo onde todas as pessoas têm muito dinheiro e muitos segredos.
A segunda temporada estréia no dia 30 de Setembro desse ano.


Trailer 1ª temporada:
Alguém já conhecia a série?

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Entrevista: Ant Lima

Olá Leitores!
Semana passada alguns fãs do autor Ant Lima entraram em contato comigo pelo twitter (segue ai, @pitadadecultura), pedindo uma postagem sobre o autor. Pensei em fazer uma entrevista, para conhecermos um pouquinho mais sobre ele. Ant tem 19 anos, dois livros publicados, é colunista em um jornal e conta com mais de 8.000 seguidores no twitter! Espero que vocês gostem da entrevista. :)


Como você percebeu que gostaria de ser escritor?
Desde muito cedo. Quando eu lia um livro ficava imaginando como seria ter o meu próprio.  O incentivo do colégio e o habito de leitura de família ajudou muito.

Quais são as suas inspirações literárias? 
O primeiro livro que escrevi. Este não foi publicado é de aventura. Inspirei-me totalmente em uma coleção do autor “Helio do Soveral” e “Irani de Castro” pra escrever a história. Acredito que sejam minhas maiores inspirações para eu escrever. 

Você começou escrevendo roteiros para teatro. Como foi essa transição para escrever contos de terror?
Sempre tive uma atenção especial para terror. Filmes, séries, livros. E como já escrevia, juntei os dois e então surgiu a ideia de ser um escritor de terror. Não que eu não vá escrever outros gêneros. Mas terror é o foco principal por enquanto...

Conte um pouco sobre o seu novo projeto, de publicar algo infantil.
Este projeto é uma dedicação especial para meu sobrinho. Uma maneira de ele lembrar-se de mim tanto como pessoa como escritor no futuro. E para as crianças de um modo geral. Quero mostrar como pode ser interessante mudar bruscamente de estilo, gênero. Assim vou relembrar os inúmeros livros que lia quando criança... Uma viagem no tempo. 

Quais dificuldades você encontrou para publicar seus livros?
A falta de apoio, patrocínio de um modo geral. 

Você tem alguma dica para os futuros escritores?
Não tenha medo de imaginar, viajar na própria imaginação. Tem que focar e passar ela toda para o papel. Não parem de escrever independente se vai publicar ou fazer sucesso. Apenas escreva!

Deixe um recado para os leitores.
Quero agradecer cada leitor que me segue, que acompanha meu trabalho. Que continuem assistindo e compartilhando o book trailer do meu livro recente. E fiquem atentos, pois vem chegando mais novidades! - Besos :) 

Para saber mais sobre o autor:
e-mail: imprensa.antlima@r7.com 

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

O que fazer se você estiver morto

Sinopse:
Marco Brendauer desperdiça seus dias num Call Center, acossado por um chefe sádico e por clientes com queixas que não lhe dizem nada. É quando conhece Lisa, uma garota que foge dos mentirosos e procura desesperadamente seu salvador, o sujeito que só lhe dirá a verdade. Mas depois de prometer que nunca iria abandoná-la, Marco morre num acidente idiota. E agora, como irá cumprir o que prometeu? Afinal, o que fazer se você estiver morto?










Conheci o livro “O que fazer se você estiver morto” através do facebook, e achei a proposta bem interessante. A Editora Philae me mandou um exemplar e hoje eu trago a resenha para vocês.

O protagonista Marco vive sozinho, não suporta seu emprego e odeia seu chefe, ou seja, tem uma vida deplorável. Depois de mais um expediente sem graça, ele anseia por chegar a sua casa, mas é impedido pela chuva. É ai que ele salva Lisa e a leva para casa. Marco pretende usar seu dia de folga para cuidar dela, mas seu chefe liga e diz que precisa dele urgentemente. Mesmo tendo prometido para Lisa que não a deixaria, ele vai trabalhar e morre.  

“Estava morto. Não tinha mais casa. Não tinha mais nem eu mesmo, em última análise. Não tinha Lisa, que poderia ter sido minha... Não tinha mais nada, ninguém. E agora? Para onde ir? O que fazer se você estiver morto?” – Página 30.

O livro é narrado pelo próprio Marco, que faz de tudo para voltar à forma humana e ficar com Lisa. Entre reencarnações e aulas de filosofia com um urubu, Marco faz uma viagem surreal entre vida e a morte.  Ele reencarna como hamister, lagosta, protozoário e mais algumas outras formas de vida. O que começou como uma busca pela amada, transforma-se em um grande aprendizado sobre a própria vida.

A diagramação do livro é bem feita, com partes que surpreendem o leitor. Gostei muito, mesmo. A estória em si é diferente de tudo que eu já li. Tem humor, ironia, filosofia e até uma pitada do inferno. O título é totalmente condizente com a estória. Recomendo para quem quer se surpreender com um livro inovador, diferente dos livros tradicionais. 

"O que lhe define, Marco, são suas próprias escolhas, suas próprias ações. É dai que vem essa angústia. Percebe? Da liberdade total." - Página 137.               

Agradeço a confiança da Editora Philae no blog. :)