INÍCIO SOBRE PARCEIROS RESENHAS ENTREVISTAS CONTATO

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Entrevista: Paolla Milnyczul

Vamos começar o dia com uma entrevista? 
Paolla Milnyczul é autora e também blogueira. Atualmente ela escreve nos blogs Licor de Amora e Infinito de Plástico e é uma das administradoras da página Viva la Vida. Seus textos são muito característico e transbordam sentimentos. Espero que vocês gostem!


Quando você começou a escrever?
Acho que devo ter nascido escrevendo, de tanta identificação que tenho com a escrita desde criança. Mas não há uma época certa. Sempre gostei de colocar o que eu penso, acho ou sinto no papel. Não importa de que modo, se em forma de poesia, poema, desabafo, crônicas, contos, o que importa para mim é escrever e me exteriorizar. Sempre falo que não escrevo, eu exteriorizo o que existe dentro de mim! Escrever pra mim é meio que um jeito de me entender, de não ficar encarcerada dentro de mim, de me libertar e transbordar.  Sempre tive essa necessidade de escrever, porque sempre foi difícil eu falar o que sinto. Então eu escrevo. 

Quais são suas inspirações literárias?
Vários, mas a Martha Medeiros com certeza se encontra no topo da lista. Mas posso citar alguns outros que sempre me inspiraram: Sidney Sheldon, Jorge Amado, Clarice Lispector, Mário Quintana, Cecília Meireles, Carlos Drummond de Andrade, Manoel de Barros, Fernando Pessoa.

O blog Licor de Amora surgiu pela necessidade de divulgar seu trabalho? 
Não. O blog surgiu como um modo de me expressar, mas não necessariamente para divulgar o meu trabalho, isto aconteceu naturalmente sem eu precisar forçar nada. Ele surgiu quando eu estava numa época meio complicada, conturbada, e então uma grande amiga minha, a Karen, sugeriu que eu fizesse o blog para eu poder falar tudo aquilo que estava incomodando naquele momento. Deu certo, aos poucos ele foi crescendo, e como sempre gostei de escrever continuei com o blog e hoje, passado pouco mais de um ano do seu surgimento, não consigo me ver sem ele, é quase uma extensão de mim. Ele foi a maneira que eu achei de me expressar naquele momento, e continua sendo. 

Conte um pouco sobre o projeto de lançar seu primeiro livro
Então, tenho este projeto já há algum tempo, mas eu não tinha encontrado o meu estilo, então sempre era difícil para mim aceitar o que eu escrevia, sempre achava que não era tão bom, e desistia porque acabava me desestimulando muito. Depois que eu encontrei meu jeito de escrever, é bem mais fácil e também mais gostoso produzir. Porque não existe só uma maneira de escrever, existem várias maneiras, e cada autor encontra a sua. Meu livro será uma compilação das minhas melhores crônicas, prosas e poesias, ainda não tem título, mas está mais perto do que longe de ser concluído. Mas ainda não tenho previsão nem data para lançamento.


Atualmente você tem outro projeto em andamento, o blog Infinito de Plástico, que traz semanalmente um novo capítulo da história de Chica e Fábio. Conte um pouquinho de como está sendo essa nova experiência.
Sim, estou. O Infinito de Plástico é um blog no estilo folhetim, que conta a história de dois protagonistas, a Chica e o Fábio, e mostra uma ‘guerra fria’ num relacionamento conturbado e deteriorado sob a ótica de cada um. Surgiu em parceria com o Hugo Dalmon, um amigo meu muito querido, também blogueiro e escritor. Como nos identificamos bastante no jeito de escrever, de sentir e ver a vida, e o Hugo tinha este projeto engavetado, ele me propôs fazermos em conjunto e deu certo.   
A experiência de ‘viver’ um personagem como o Fábio está sendo bem interessante, porque a cabeça das mulheres e a dos homens são muito diferentes. Por sorte, sempre estive muito perto do universo masculino, tenho um irmão do qual eu sou muito próxima, e sempre tive muitos amigos do sexo masculino. Então para mim não é tão difícil vestir a camisa deste personagem que é o Fábio. Mas está sendo uma experiência única, é bem diferente de tudo que eu já fiz até agora, e eu estou adorando, é fascinante viver este personagem!

Como surgiu a página Viva la Vida? 
Então, a página já existia! Ela é de uma amiga minha, a Raquel Magno, e como eu escrevo, eu meio que me convidei a fazer parte da página e ela aceitou, e estou lá desde quase o seu começo, então é meio que minha também. Dá certo porque nós nos completamos, a Raquel é toda romântica, eu não sou tão romântica, sou mais realista, então dá um contrabalanço interessante.  Além de ser relaxante e um hobby, também me ajudou muito a difundir meu trabalho e meus escritos, e tenho muito a agradecer a Raquel pela oportunidade que ela me deu e continua dando. 

Qual a sua dica para os futuros escritores?
Leia. Nunca deixe de ler. Lendo, se aprende a ver o mundo pela ótica dos outros e isso é muito importante para expandir os horizontes, e isso é uma das coisas que todo escritor deve ter: horizontes abertos e de preferência ampliados. E procurar seguir seu próprio estilo, e não copiar o estilo de outra pessoa. Claro que tudo tem a sua influência, mas procure deixar a sua marca. E fazer o que gosta, o que dá prazer, não escrever por escrever, mas escrever por gostar de escrever, isso é o mais importante quando se faz qualquer coisa na vida. 

Deixe um recado para os leitores.
Eu gostaria de agradecer aos leitores do blog por estarem aqui lendo esta entrevista, por se interessarem pelos meus projetos e pelo que eu escrevo, e por compartilharem comigo todo esse amor e apreço pela leitura, escrita, arte e cultura em geral. Espero que a vida de todos esteja sempre recheada de poesias, e que este recheio transborde diariamente. 

9 comentários:

  1. Nem sei o que dizer. Sou fã da Paolla. Escreve sobre tudo ao mesmo tempo, sabe ser sensível quando precisa e sabe apimentar quando o momento pede. Uma ótima referência pra quem está começando neste mundo literário ou até mesmo pra quem já está dentro dele, como eu tento estar rs. Adorei a entrevista, Sábias palavras, Vodeguinha! *-*
    Amei este espaço, fiquei.

    Beijo meninas!
    Meu carinho.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da entrevista, as vezes também acho que nasci escrevendo.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que linda Paolla!!! Menina como você escreve bem, estou sempre me surpreendendo, suas respostas estão dignas de Diva! Adorei saber mais sobre você, como por exemplo essa página ''Viva la Vida'' que eu não conhecia, adoro vocÊ, e assim que lançar seu livro vou estar na fila para comprar *___* Bjos flor

    ResponderExcluir
  4. Essa é a Paolla Milnyczul! Parabéns, menina linda! Sabes que sou teu fã!

    ResponderExcluir
  5. Adorei a entrevista e adoro Paolla!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Que lindona! Adorei a entrevista. Eu não conhecia a Paolla, mas ela é muito simpática. Toda a sorte do mundo pra ela!
    Beijinhos,
    alanahomrich.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Linda.
    A Paolla inspira meus dias com sua arte!
    Eterno fã!

    ResponderExcluir
  8. Gabi obrigada por tudo! pelo espaço, pelo companheirismo, pela amizade, por tudo mesmo!!! Obrigada por sempre estar me incentivando!!
    beijos linda!
    Que tudo retorne a ti!

    Paolla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owwn! Imagina flor, você merece e seu trabalho merecem destaque! Obrigada você, pela super amizade! *--*
      Beeijos

      Excluir