INÍCIO SOBRE PARCEIROS RESENHAS ENTREVISTAS CONTATO

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Entrevista: Igor Quadros

O entrevistado de hoje é o Igor Quadros, autor de O Livro de Almas. Ele revelou quanto tempo demorou para escrever seu primeiro livro e deu uma dica valiosa aos futuros escritores. Vamos conferir?

Quando você percebeu que gostaria de ser escritor?
Desde criança eu já escrevia HQ’s e brincava de criar roteiros para continuação de filmes que eu gostava. Mas, como romancista mesmo, foi aos 14 anos, quando tive a ideia de escrever O Livro de Almas.

Quais são suas inspirações literárias? Você pode citar um livro que te marcou?
Eu queria criar um universo fantástico que misturasse vários gêneros. Para essa obra, as minhas principais inspirações foram: Harry Potter, Os Sete, Dom Quixote. Um livro que me marcou foi A Coisa, do Stephen King. A trama criada neste livro foi uma grande referência.

Você mesclou o real e o fictício de forma bem equilibrada. Como foi feita a escolha dos nomes dos personagens e dos locais descritos no livro? 
Muitos nomes eu procurei me basear na personalidade que eles teriam e no lugar onde estariam. Muitos foram sugestões de parentes e amigos. 

Sei que “O Livro de Almas” terá continuação. Já tem previsão de lançamento? O que encontraremos no segundo volume?
Espero concluir o segundo livro no primeiro semestre de 2015. Ele contará a viagem que os protagonistas fizeram para o novo mundo. Será também abordado a história de vida dos predestinados que não tem tanto destaque no primeiro livro. Será respondido também algumas perguntas que deixei no primeiro, embora apareçam bem mais no segundo.

Quanto tempo você levou para escrever “O Livro de Almas”?
10 anos. A vida acadêmica e algumas evoluções na minha escrita adiaram um pouco a conclusão.

Você encontrou dificuldades para publicar seu livro?
Mandei o original para três editoras. Eu fui recusado por uma, aceito pela Novo Século e até hoje esperando a resposta da outra.

Qual a sua dica para os futuros escritores?
Eu aconselho que os futuros escritores procurem ler de maneira mais crítica, no sentido de avaliar o porquê de determinada frase ser usada, como o autor estruturou sua obra, quais as figuras de linguagens empregadas, como determinado personagem foi construído.

Deixe um recado para os leitores.
Leitores, eu tentei escrever uma obra que eu gostaria de ler quando era adolescente. Coloquei nela terror, humor e fantasia. Quis colocar uma linguagem fluida e um ritmo bom para que sua leitura não ficasse monótona. Espero que gostem.

sábado, 24 de maio de 2014

Chegou por aqui: Atrasados

Esse post tá suuuper atrasado, era pra ter postado faz umas duas semanas, mas não deu tempo. Enfim, antes tarde do que nunca, né? Quem acompanha o blog pela fan page (curte!) ou pelo instagram (segue!) já deve ter visto que chegou mais coisas por aqui. Decidi colocar os livros que chegaram a mais tempo nesse post e os que chegaram essa semana vão entrar em outro post, pra não ficar cansativo.

A Editora Intrínseca enviou esse kit super fofo para os novos parceiros. Na resenha do livro vocês viram o quanto eu gostei da leitura. Já virou favorito.


Esse livro eu recebi através de uma troca que fiz no skoob. Sou super apegada com meus livros, mas acabei abandonando a leitura de Entrevista com o Vampiro e ele estava encostado na estante desde então. Quando surgiu a oportunidade de trocar eu aceitei. Para sempre chegou direitinho e muito bem conservado.


A Editora Novo Século enviou Real e Nós somos Anonymous, que foram minhas solicitações desse mês. Real me apresentou a um novo gênero e adorei a leitura. Quanto a Nós somos Anonymous trás um relato de como o grupo agiu. A editora também enviou vários marca páginas, tô até pensando em fazer algum sorteio.
 

A Editora Novo Conceito enviou todos os lançamentos de maio. Fiquei muito curiosa para ler Um Herói para ela, pois nunca li nada da Lu Piras. Os Solteiros parece ser bem divertido também.


A Editora também foi super atenciosa e enviou uma bolsa/sacola liiinda.

E o livro Boneca de ossos veio embrulhado, todo cheio de mistérios. Estou doida pra ler.


E por fim, a Editora Arqueiro enviou Os Assassinos do Cartão-Postal. Já li e semana que vem a resenha já entra aqui. O livro também veio embrulhado, como se fosse uma carta.


E é isso pessoal! A qualidade das fotos está um pouco ruim porque tirei com o celular. Qual livro vocês querem resenha primeiro?

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Dia dos Namorados: Presentes pra ele!

O dia dos namorados está chegando e com ele a dificuldade em escolher o presente. Por que será que é tão difícil dar presente para homem, ein? Pra não deixar para a última hora, resolvi fuçar um pouquinho na internet em busca de inspiração. Encontrei algumas coisas diferentes e outras nem tanto, mas que são garantia de sucesso. haha Como eu tenho certeza que já tem muita gente quebrando a cabeça pra encontrar um presente bacana, escolhi oito opções e vim compartilhar com vocês.

1.Relógio de Vinil: Já deu todos os presentes possíveis para o seu namorado e não sabe mais o que inventar? Vai de relógio de vinil. Além de ser lindo, é útil!

2.Box de DVD: Tenho certeza que seu namorado é fã de alguma série ou filme. Compre um box ou faça um combo com os dvds que ele mais gosta.

3.Cofrinho: Um cofrinho de dia dos namorados? Pois é. Tenho certeza que vai deixar a decoração do quarto dele ainda mais interessante. Sem contar que ajuda a dar fim em todas as moedas que ficam espalhadas no carro, na casa e no bolso.

4.Quadro: Outro item que ajuda a atualizar a decoração. Tenho certeza que você vai encontrar um que tem tudo a ver com seu namorado.

5. Almofada massageadora: Essa eu dei de presente no ano passado. haha Apesar de ser menor do que eu imaginei, vale a pena. É um mimo diferente e bem útil.

6. Porta controle: E o tanto que os controles somem? Acho que existe algum universo paralelo só pra eles, incrível. 

7. Box de livros: Se o seu namorado é um leitor assíduo assim como você, tenho certeza que ele vai ficar imensamente feliz ganhando livros.

8. Porta retrato: Revele uma foto linda de vocês dois e pronto. A mesa dele vai ficar ainda mais bonita. 

Essas são algumas dicas, mas o que importa mesmo é o amor. Se não está afim de gastar muito, faça um cartão, compre um chocolate e use sua criatividade. O mais importante é a intenção e o carinho. ♥

Vocês gostam de posts desse tipo? Me contem! 

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Real


Remington Tate tem a reputação de ser um bad boy, dentro e fora do ringue. É conhecido também pelo corpo escultural e pelo poder, sexy e selvagem, que emana de cada gota de suor, levando toda e qualquer mulher que o veja a um verdadeiro frenesi. Em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e real. Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar. O que começa com um simples flerte pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos.
Brooke dedicou grande parte da sua vida ao esporte. Seu sonho era tornar-se uma grande velocista, mas infelizmente não foi o que aconteceu. Quando ela se machucou e descobriu que nunca mais poderia competir ela se sentiu traída, como se toda a sua vida baseada em privações tivesse sido em vão. Para não ficar longe do esporte ela se especializou em fisioterapia esportiva, mas, como acabou de terminar a faculdade, ela ainda não conseguiu nenhum emprego fixo. 

O passado de Remy também não é muito gratificante. Apesar de ser um excelente lutador, ele foi expulso da categoria profissional. Agora ele dedica seu tempo entre ser o melhor lutador da categoria underground, festejar e sair com o maior número de mulheres possível. Seu apelido? Arrebentador. Ele é ~o cara~ do momento e sabe disso.

Suas vidas se cruzam quando Brooke é arrastada por sua melhor amiga (Melanie) para assistir a uma luta do Remy. O lutador fica encantado quando vê Brooke e dá logo um jeito de descobrir seu telefone. Ela, por sua vez, não acredita que conseguiu realmente chamar a atenção de um cara como ele e tem certeza de que o interesse dele não vai além de sexo. Sabendo que qualquer mulher desejaria estar no seu lugar, ela decide aproveitar. Afinal, por que não? Ela passou os últimos anos se privando de tudo que poderia ser divertido.

Imagine a surpresa de Brooke quando Remy revela que na verdade quer contratá-la para ser sua fisioterapeuta particular pelo resto da temporada. Confusa, ela aceita a grande oportunidade e em poucos dias já faz parte da equipe e entra no mundo de Remy. Aviões e hotéis luxuosos, muito treinamento e um ambiente de companheirismo entre a equipe e empolgante durante as lutas. É mais do que Brooke poderia sonhar.

 O único problema é que seu corpo ainda vê Remy como um lindo parceiro em potencial. E como seu trabalho envolve massagear o lutador, Brooke não sabe até quando vai conseguir se controlar. Entre provocações, lutas, corridas e sexo Brooke nos mostra o mundo das lutas e o mundo de Remy. 
“Oferecer o trabalho dos meus sonhos, e então se tornar o centro da minha própria existência, até que fique pronta a arriscar tudo por ele. Meu trabalho. Minha família. Meus amigos. A cidade onde eu cresci.” Págna 166
O livro é narrado pela Brooke, então vamos conhecendo tudo através do olhar dela. E posso falar? Que personagem irritante. No início do livro ela tinha várias convicções e sentia repulsa pelo esporte. Depois que o Remy dá dois minutos de atenção pra ela, tudo fica lindo, o esporte passa a ser incrível e ela fica excitada com todas as lutas. Toma mil decisões erradas e não tem força para encarar as consequências. Impressionante.

Por outro lado, o Remy é um personagem encantador. Apesar de ser um lutador que mais parece um armário, ter um temperamento explosivo e um comportamento um tanto machista, ele tem um bom coração. Tenta mudar suas atitudes por amor, morre de medo que a Brooke descubra seu segredo, mas também não tenta iludir a moça, fala sempre a verdade e não esconde suas atitudes. Fiquei com a sensação que ele é um garoto grande, sabe? 

Os outros personagens também são divertidos e fazem a história fluir com grande rapidez. Acho que o ritmo do livro coincide um pouco com o ritmo da competição.  As viagens constantes e a luta final chegando tornam tudo mais empolgante. Outro fato bacana é a descrição do ambiente que cerca as lutas e toda a preparação que o atleta precisa ter. Nunca tinha lido um livro com esse foco e gostei da experiência. 

Por fim, vale ressaltar que autora teve toda uma preocupação de criar um perfil psicológico do Remy, mostrando o que desencadeou seu comportamento agressivo e sua luta para tentar mudar seus instintos. Ainda não tinha lido nenhum romance hot, então não tenho parâmetro para comparações, mas Real vai um pouco além de atração física + romance (proibido ou não) + sexo. O livro terá continuação e estou super curiosa para ler. Recomendo para quem gosta ou quer conhecer o gênero.  
“Esse homem é tão... menino. Exibindo seus músculos. Percebo que está me observando, e seus olhos azuis brilham com intensidade brincalhona.” Página 54
*Este livro foi uma cortesia da Editora Novo Século.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Lançamentos de Maio: Grupo Editorial Pensamento

Bom dia queridos! Hoje é sexta, ótimo dia para fazer compras, né? haha Os lançamentos de hoje são do Grupo Editorial Pensamento e agradam a todos os gostos. Fiquei curiosa para ler O Estranho Mistério das Quartas- Feiras e Amores Improváveis.

O vilarejo de Max é absolutamente normal em todos os sentidos e em todos os dias da semana... exceto às quartas-feiras. A maioria dos habitantes tranca portas e janelas para se esconder das muitas coisas estranhas que acontecem nesses dias, coisas como gatos presos dentro do aspirador de pó, bolos de aniversário que pegam fogo ou escorregões com desfechos catastróficos. E Max, de 10 anos de idade, não gosta de ficar trancado em casa.
Inquieto e curioso, ele quebra todas as regras do vilarejo e sai à procura da causa de todas essas esquisitices das quartas-feiras. O que ele descobre é um segredo tão bizarro e sobrenatural que sua vida jamais será a mesma. O próprio Max nunca mais será o mesmo!
De repente, os acidentes inexplicáveis tão comuns às quartas-feiras passam a acontecer com ele também às quintas, às sextas e até mesmo aos sábados! O que aconteceu com Max? E, mais importante, será que existe uma cura para esse estranho mistério das quartas-feiras? Mistério, magia, monstros perigosos e outras bizarrices você encontra aos montes nesta história fantástica de um garoto que quer desesperadamente que sua vida volte ao normal!

Escrito por Rüdiger Dahlke, autor best-seller com mais de 200.000 exemplares vendidos somente no Brasil e precursor da medicina psicossomática espiritual, e pela homeopata infantil Vera Kaesemann, este livro é um manual de orientação prática sobre doenças infantis e uma obra de referência sobre a psicossomática como meio de alcançar um maior desenvolvimento da alma. O trabalho desses dois especialistas é mais atual do que nunca, pois o número de pais que buscam, sem sucesso, a solução para os problemas dos filhos na medicina tradicional aumenta a cada dia. Com base em quadros clínicos individuais, eles analisam as principais doenças e os inúmeros sintomas infantis do ponto de vista psicossomático, interpretando- os e esclarecendo-os no seu sentido mais profundo, oferecendo um auxílio valioso para entender melhor o significado das doenças nas crianças, sendo também uma obra de consulta extremamente útil e versátil no dia a dia, para pais que querem ajudar os filhos por meio de um caminho mais holístico e consciente.


Depois do best-seller Presença, Joseph Jaworski nos conduz a uma jornada de expansão da mente, desta vez à própria fonte da criatividade e do conhecimento profundo. Ele se deu conta de que as abordagens de liderança tradicionais são inadequadas para se lidar de modo criativo com a complexidade atual. Para enfrentar esses desafios, os líderes precisam ter acesso à Fonte, de onde flui a inovação verdadeiramente profunda. Combinando narrativa e reflexão, além de relatos de suas fascinantes experiências, Jaworski esclarece a natureza não apenas da liderança visionária mas também dos relacionamentos, da consciência e, em última análise, da própria realidade.

Depois do sucesso do best-seller Amizades Improváveis, que documentou histórias incríveis de vínculos entre espécies diferentes, Amores Improváveis oferece uma visão reconfortante de animais que têm um apego profundo e amoroso um pelo outro. Será que existe mesmo amor fora do reino humano? Embora alguns etologistas possam se opor a essa ideia, os 43 relacionamentos impressionantes apresentados neste livro repleto de histórias comoventes apontam para um enfático sim. Aqui estão histórias de espécies de animais muito diferentes que não querem se separar de jeito nenhum. De animais que fariam qualquer coisa para proteger aquele que eles amam. E de animais que oferecem o amor inabalável de um pai ou mãe a um filho de sangue.
Escritas por Jennifer S. Holland, e documentadas com encantadoras fotos coloridas, estas belas histórias provam que o amor não conhece fronteiras.
Você vai conhecer a história da dálmata que cuida de um carneiro órfão recém-nascido – um carneiro que por acaso tem as mesmas pintas da mãe adotiva! A dedicação de Chendra, uma elefanta resgatada da Indonésia, que cumprimenta os seus amados bodes e leões-marinhos, entre outros animais, em cada passeio que dá no zoológico de Oregon. Ou a história da raposa e do cão de caça – um verdadeiro conto de fadas da vida real – que são tão afetuosos quanto irmãos de sangue.
Quais lançamentos vocês mais gostaram?

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Tag: Quadrinhos + Emoções

Hoje é dia de? Tag!! Faz um tempão que não respondo nenhuma tag, mas vi essa tag no blog da Maria Valéria e achei bem bacana. A tag consiste basicamente em escolher um quadrinho que provoca cada emoção em você. Tenho uma pastinha cheia de quadrinhos aqui no desktop, então foi bem difícil escolher um só. Espero que vocês gostem! 

Que quadrinho faz você se sentir: 

• Feliz
Sempre que sento para ler um livro é um momento tão meu, tão gostoso e, claro, tão feliz. Viajar sem sair do lugar sempre me deixa feliz.

• Triste
O que me deixa mais triste é saber a verdade por trás desse quadrinho. 

• Nervosa (com raiva)
Porque as injustiças da vida estão se tornando cada vez mais frequentes e as pessoas cada vez mais conformadas.

• Notálgica
Meus grandes companheiros de infância.

• Assustada
Aah, como eu odeio agulhas. Sem mais.

• Surpresa
Não sabia qual tirinha colocar, então escolhi essa, que faz a gente pensar um pouquinho, né?
• Desapontada
Acho que dispensa comentários. Educação deveria ser prioridade.

• Angustiada, aflita
Se nossas atitudes não mudarem, é só uma questão de tempo para a natureza "revidar". O planeta está chegando no seu limite.
• Confusa
É difícil entender as pessoas que vivem fingindo, mostrando ser o que não são e deixando de aproveitar os momentos que realmente importam.

E fim! Gostaram da tag? Se mais alguém fizer, me avisa que quero ver! :)

terça-feira, 13 de maio de 2014

Lançamentos de Maio: Arqueiro, Sextante e Saída de Emergência

Essa semana a Editora Arqueiro postou uma imagem que continha a frase: "Mesmo que eu tenha dez livros para ler, eu geralmente preciso comprar mais um". Essa frase define bem o que nós, leitores, sentimos quando vemos lançamentos, né? É impossível parar de acrescentar títulos na nossa listinha de desejados. 

“Poucas vezes li um romance tão rico em detalhes. Entre manobras para confundir o inimigo e armadilhas sexuais, fugas mirabolantes e transmissões secretas, Jason Matthews oferece ao leitor uma cartilha sobre o romance de espionagem do século XXI.” – Charles Cumming, The New York Times Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de forma abrupta. Logo em seguida, mais um golpe: a morte inesperada do pai, seu melhor amigo. Desnorteada, Dominika cede à pressão do tio, vice-diretor do serviço secreto da Rússia, o SVR, e entra para a organização. Pouco tempo depois, é mandada à Escola de Pardais, um instituto onde homens e mulheres aprendem técnicas de sedução para fins de espionagem. Em seus primeiros meses como pardal, ela recebe uma importante missão: conquistar o americano Nathaniel Nash, um jovem agente da CIA, responsável por um dos mais influentes informantes russos que a agência já teve. O objetivo é fazê-lo revelar a identidade do traidor, que pertence ao alto escalão do SVR. Logo Dominika e Nate entram num duelo de inteligência e táticas operacionais, apimentado pela atração irresistível que sentem um pelo outro. 

“Os Três é um livro maravilhoso, uma mistura de Michael Crichton com Shirley Jackson. Muito instigante, impossível parar de ler.” – STEPHEN KING Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo. 


Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, mas, desde que seus pais morreram, foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose. Quando Rose morre, deixa a casa para Janice. Para Julie restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei. A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar muito antigo e misterioso. Intrigada, Julie parte para Siena. Mas tudo o que a mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio. O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue as duas famílias. E, levando-se em conta sua linhagem e seu nome de batismo, Julie provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo. Repleto de romance, suspense e reviravoltas, Julieta nos leva a uma deliciosa viagem a duas Sienas: a de 1340 e a de hoje. É a história de uma lenda imortalizada por Shakespeare. Mas é também a história de uma mulher moderna que descobre suas origens, sua identidade e um sentimento devastador e completamente novo para ela: o amor. 

“Um romance irresistível, com suas mensagens de certo e errado, de família e esperança.” – San Francisco Book Review Belle já tinha problemas suficientes preparando a comida da casa-grande e cuidando para se manter longe dos olhos de D. Martha e de seu filho, Marshall. Eles não sabem que, na verdade, ela é filha ilegítima do capitão James Pyke, por isso imaginam o pior em relação à preferência do capitão pela escrava mestiça. Ser responsável por uma menina meio doente que acaba de chegar à fazenda é um tormento do qual Belle não precisava. A garota parece incapaz de reter comida no estômago, mal fala, não se lembra de nada e, às vezes, é até meio assustadora, com sua cara de avoada. Além de tudo é branca e tem cabelos cor de fogo. Mas Belle sabe que, entre as pessoas que a acolheram, a cor da pele não significa nada e por isso acaba recebendo Lavinia de braços abertos. Esse é apenas o início da saga de uma família formada por laços que vão muito além do sangue. Uma história de coragem, esperança, força e amor à vida.

Douglas Adams mudou a cara da ficção científica com a série interplanetária O Mochileiro das Galáxias. Infelizmente, ele fez sua própria viagem para além da Terra cedo demais, deixando milhares de fãs órfãos. Agora mais uma vez os leitores vão poder se deleitar com a sagacidade desse grande autor.
Reunindo textos encontrados no computador de Adams após sua morte, este livro traz uma coletânea de histórias, resenhas, artigos e ensaios inéditos, além de oferecer um retrato raro da personalidade do homem por trás da obra: a devoção aos Beatles, o ateísmo radical, o entusiasmo pela tecnologia, a luta obstinada pelos animais em vias de extinção.
Mistura de homenagem póstuma ao autor com último presente a seus fãs, O salmão da dúvida é profundo, excêntrico, provocante e divertido. Entre arraias-jamantas, alienígenas de duas cabeças, teorias quânticas e sinfonias de Bach, você vai encontrar:
• Dez capítulos do livro em que ele trabalhava quando morreu.
• Um ensaio filosófico questionando a existência de Deus.
• Comentários sobre a constante evolução da tecnologia.
• Um conto protagonizado por Zaphod Beeblebrox.
• Relatos sobre sua infância, seus traumas e seu nariz.

Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Rillanon. Porém, novos desafios aguardam Arutha, Príncipe de Krondor, quando Jimmy Mãozinhas – o mais jovem larápio do Grémio de Mofadores – surpreende um sinistro Noitibó prestes a assassiná-lo. 
Que poder maléfico faz erguer os mortos e leva cadáveres a combater os vivos por ordem do Grémio da Morte? Que magia poderosa poderá derrotá-los? O novo Rei de Midkemia corre perigo por se envolver numa expedição de vida ou morte em busca de um antídoto para o veneno que fez sucumbir a bela Princesa no dia do seu casamento. 


Repleto de informações acessíveis e fundamentado em pesquisas atuais sobre o papel dos líderes e as expectativas de suas equipes, este livro é organizado em três seções: você, colegas e a empresa.
John Baldoni, experiente coach de executivos, trata de todos os aspectos relevantes para uma gestão mais eficiente e inspiradora, e, com orientações precisas, reforça o valor da prática para o crescimento do líder.
Ao final de cada seção, ele resume as principais lições e convida o leitor a realizar exercícios de autoavaliação, ajudando-o a pensar de maneira crítica e vencer as complexidades do mundo corporativo.


 Muitas pessoas têm tendência a exagerar suas reações diante dos problemas do cotidiano, enxergando cada pequeno contratempo como uma grande tragédia. O objetivo deste livro é ensinar a mudar esse comportamento e construir uma vida emocional mais equilibrada.
Aqui você vai encontrar um método prático para transformar sua maneira de encarar os problemas e abandonar os pensamentos derrotistas.
O psicólogo Rafael Santandreu conta histórias de pacientes que se libertaram da depressão, do pânico e da ansiedade quando começaram a controlar seus pensamentos. Ter esse controle é uma questão de escolha.
Rafael mostra como evitar a preocupação excessiva, as ideias catastróficas e as crenças irracionais. Além disso, reúne lições para se enxergar a vida de forma diferente:
• As exigências que fazemos a nós mesmos, aos outros e ao mundo são a fonte da vulnerabilidade emocional. Como as coisas nem sempre são do jeito que gostaríamos, temos a impressão de que a vida é uma sucessão de frustrações.
• As pessoas emocionalmente fortes tomam muito cuidado para não fazer drama sobre as possibilidades negativas da vida – e é aí que reside a fonte de sua força.
• Quando aplicamos soluções exageradas a pequenos problemas, o remédio acaba sendo pior que a doença: derrubamos a casa e a mosca segue voando.
• Um dos melhores critérios para avaliar a gravidade de um fato é se perguntar: “Em que medida isso me impede de fazer coisas importantes na minha vida?”

Todo mundo sabe que o futebol é uma paixão nacional, mobilizando multidões e exaltando os ânimos. O que poucos percebem é a semelhança desse esporte com a vida em seus momentos de sofrimento, determinação e sucesso.
Com inteligência e perspicácia, Allan Percy reúne 50 máximas do mundo do futebol sobre temas essenciais como autoestima, desenvolvimento pessoal, carreira, relacionamentos, gerenciamento do tempo e até alimentação.
Cada capítulo de Pensar com os pés é aberto pelo aforismo de um craque ou de um grande treinador, que é analisado e aplicado a nosso dia a dia, fazendo desta obra um manual para vencer as partidas do cotidiano.
Veja alguns ensinamentos que você encontrará neste livro:
• Quando você marca gols, é ótimo. Quando não, é gordo.
• Qualquer um que diga “os homens de verdade não choram” nunca jogou futebol com verdadeira paixão.
• Se você está na área e não tem certeza do que fazer com a bola, chute a gol e depois discutiremos as opções.
• Para jogar futebol, não se deve sofrer. O que se faz sofrendo não pode sair bem.
• Tudo é possível no futebol. Tudo está em aberto. Vamos lutar até o último minuto.
• Na partida temos que ser nós mesmos e desenvolver nossa ideia. Isso é o melhor que podemos fazer.
• O futebol é uma desculpa para sermos felizes.

Com 1 milhão de livros vendidos no Brasil, Sherry Argov ficou conhecida ao explicar por que os homens se sentem tão atraídos pelas mulheres poderosas. Depois ela resolveu ir além e descobrir o que os leva a dar o passo seguinte e pedir uma mulher em casamento.
Nesta edição revista e ampliada de Por que os homens casam com as mulheres poderosas?, Sherry revela como os homens pensam e traz novas informações para quem deseja transformar uma relação casual em um compromisso sério.
Com uma linguagem divertida e histórias reais, este livro ensina a identificar as atitudes que atrapalham seus relacionamentos e a se tornar mais desejável para o sexo oposto.
Você vai encontrar também 100 princípios essenciais para construir uma vida a dois. Conheça alguns deles:
• Nada atrai mais o homem do que uma mulher que se orgulha de si mesma.
• Ele não se casa com uma mulher que seja perfeita. Ele se casa com uma mulher que seja interessante.
• Você se torna menos interessante no instante em que abre mão do que é importante em sua vida.
• Não há nada que um homem valorize mais do que aquilo pelo qual ele tenha que esperar, trabalhar ou lutar.


"Meu amigo – e agora sócio – Jorge Paulo e sua equipe estão entre os melhores homens de negócios do mundo. Ele é uma pessoa fantástica e sua história deveria ser uma inspiração para todos os brasileiros, assim como é para mim.” - Warren Buffett
Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira ergueram, em pouco mais de quatro décadas, o maior império da história do capitalismo brasileiro e ganharam uma projeção sem precedentes no cenário mundial.
Nos últimos cinco anos eles compraram nada menos que três marcas americanas conhecidas globalmente: Budweiser, Burger King e Heinz. Tudo isso na mais absoluta discrição, esforçando-se para ficar longe dos holofotes.
A fórmula de gestão que desenvolveram, seguida com fervor por seus funcionários, se baseia em meritocracia, simplicidade e busca incessante por redução de custos.
Uma cultura tão eficiente quanto implacável, em que não há espaço para o desempenho medíocre. Por outro lado, quem traz resultados excepcionais tem a chance de se tornar sócio de suas companhias e fazer fortuna.
Sonho grande é o relato detalhado dos bastidores da trajetória desses empresários desde a fundação do banco Garantia, nos anos 70, até os dias de hoje.

“Uma das 10 Opiniões Mais Importantes dos Estados Unidos. Os textos de Greenwald são permeados por uma fúria justiceira, controlada e afiadíssima. Sua posição independente pode fazer dele um perigo ou um aliado em ambas as extremidades do espectro político.” - Newsweek
Em meados de 2013, o jornal britânico The Guardian publicou uma série de matérias que desvendavam a vigilância ilimitada praticada pela NSA, a Agência de Segurança Nacional norte-americana. As reportagens, assinadas pelo ex-advogado e jornalista Glenn Greenwald, revelaram ao mundo que a inteligência do país estava espionando em larga escala não só as comunicações domésticas, mas também as de outros países, inclusive os aliados.
As denúncias suscitaram um longo debate global, ainda em curso, sobre o direito à privacidade e o alcance da vigilância governamental. Neste livro, Greenwald conta, desde o início, como foi escolhido por Edward Snowden para ser o receptor dos dados confidenciais que formaram o escopo de seu trabalho jornalístico.
Além de falar sobre o período que passou com Snowden, ex-prestador de serviços da NSA que se tornou um dos delatores mais célebres da história moderna, o autor reflete sobre o papel que a mídia desempenha no jornalismo atual, alinhando-se aos interesses dos governos em detrimento dos cidadãos. Trata também das consequências, para a democracia, de um programa de supervisão ininterrupta e irrestrita de pessoas, empresas e governos.
Greenwald ainda revela novas informações sobre o abuso de poder da NSA e propõe medidas para conter o alcance aparentemente inflexível dos aparatos de vigilância norte-americanos.
Quais lançamentos vocês mais gostaram?

segunda-feira, 12 de maio de 2014

O segredo do meu marido


Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. Um romance emocionante, O Segredo do Meu Marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.
Confesso que comecei a leitura sem saber muito bem o que esperar do livro. Claro, eu sabia que um grande segredo estava envolvido, mas não fazia ideia da direção que a história iria tomar. Logo percebi que iria me surpreender bastante com a leitura. O segredo do meu marido é um livro essencialmente sobre escolhas, limites e consequências. Até onde você iria para proteger sua família? E qual é o preço a ser pago?

Os três primeiros capítulos do livro nos mostram 3 mulheres diferentes e trazem uma pequena amostra de como está a vida de cada uma. Cecilia tem uma vida perfeita. É mãe de três meninas inteligentes e bonitas, é a melhor vendedora de Tupperware da região e tem um casamento muito bem sucedido, com um marido dedicado. Tudo estava indo maravilhosamente bem, até ela encontrar a carta. 

Tess também tem um casamento bom. Ela, seu marido e sua prima têm uma pequena empresa que vem se destacando na área de marketing. Seu filho esta enfrentando alguns problemas na escola, mas nada realmente preocupante. É uma ótima vida, sem dúvidas. Porém, essa vida parece pertencer à outra pessoa agora que seu marido e sua prima resolveram confessar que estão apaixonados e não conseguem mais se controlar.  

Por fim, Rachel. Uma senhora sofredora, que teve sua filha assassinada misteriosamente. O assassino ainda está por ai, vivendo tudo que sua filha não pode viver. E ela não consegue suportar essa injustiça. A única luz que ainda resta em sua vida é seu neto, Jacob. E isso também está prestes a ser tirado dela, já que seu filho vai se mudar com a família para outro país. E hoje tudo parece ainda pior, já que o aniversário da morte de Janie está se aproximando.     

No envelope da carta que Cecilia encontrou estava escrito: “Para ser aberto apenas na ocasião da minha morte”. A princípio, Cecilia acreditou que a carta não tivesse importância alguma e, apesar da curiosidade de ler, ela não o fez. Porém, depois de repensar alguns atos estranhos de seu marido e fantasiar todo tipo de coisa que a carta poderia conter, ela percebeu que precisava abrir, pelo bem de suas filhas. Ela não poderia conviver com a incerteza. E, para ela, abrir a carta foi como abrir a caixa de Pandora. Toda a sua vida virou de cabeça para baixo.
“E John-Paul tinha agido de modo tão estranho ao telefone quando ela perguntara sobre a carta. Ele andava mentindo sobre alguma coisa. Ela tinha certeza disso.” Página 101
Os capítulos vão alternando o foco na vida de uma das três personagens, que vivem no mesmo bairro. Com o passar das páginas, vamos percebendo o quanto uma pequena ação do passado tem grande influência em tudo o que está acontecendo no presente. Durante todo o livro, Liane mostra isso. Como pequenos atos, que parecem tão insignificantes no momento, podem alterar drasticamente o curso de nossa vida. 

O segredo em si não é algo tão inesperado. A autora deixou várias pistas sobre ele, e não demorou muito para revelar. Fiquei com a impressão de que o segredo é apenas mais uma peça no cenário, só isso. Liane quis mostrar como as pessoas se comportam quando são colocadas em xeque. Como a noção do que é errado ou condenável muda quando acontece com a gente, com a nossa família. Ela mostra tudo o que está envolvido e como é fácil julgar quando estamos de fora. Você nunca sabe qual é realmente o seu limite, até ter que testá-lo. 

O livro é repleto de personagens, cada um com sua particularidade. A autora conseguiu amarrar muito bem todos os aspectos. Todos os personagens criados tiveram sua parcela de importância e enriqueceram a história. Esse é um daqueles livros que realmente te transportam para dentro da história, você consegue imaginar todos os detalhes, sentir a história. É impossível terminar a leitura sem passar por um período de reflexão. 

Nunca tinha lido nada da autora e gostei muito da escrita. Com certeza essa foi uma das melhores leituras que fiz esse ano.    
“Nenhum de nós conhece todos os possíveis cursos que nossas vidas poderiam ter tomado. E provavelmente é melhor assim.” Página 364
*Este livro foi uma cortesia da Editora Intrínseca.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Lançamentos de maio: Editora Gente e Única Editora

Prontos para conhecer mais alguns lançamentos? Esse mês a Editora Gente finalmente lança o livro Geek Love - O Manual do Amor Nerd. A edição ficou incrível, muito bacana mesmo. Nem preciso dizer que é meu queridinho desse mês, né? Estou doida pra ler. Um Milagre chamado Grace também me deixou curiosa, parece ser uma história bem bonita. E achei uma graça essa capa meio retrô de Mulher Alfa

Atenção, Player 1: você está prestes a embarcar na quest da sua vida.
Este livro é para quem está cansado de viver a vida no single player mode.
Este livro é para quem percebeu que todas as temporadas de Doctor Who não conseguem abafar aquele insistente sentimento de falta.
Eric Smith sabe mais do que ninguém que existem prazeres imensos na vida geek. Amigos incríveis, conversas até de madrugada sobre realidades alternativas ou até mesmo o simples prazer de ler aquele lançamento de quadrinhos. No entanto, chega um momento na vida de todo nerd em que o amor bate à porta e daí vem a hora de jogar o xadrez tridimensional que é o mundo dos solteiros.
Não se desespere, jovem Padawan! Deixe Smith guiá-lo por esse caminho e descubra que amar é muito mais do que flores e bombons. Afinal, nada é normal na vida do nerd, e o amor não é senão o mais extraordinário dos fenômenos humanos.

Você nunca mais verá os olhos de um cão da mesma maneira...
Depois de ter sobrevivido a uma tragédia em que vários de seus amigos foram mortos, Lila Elliot sabe que suas cicatrizes só amenizarão com o tempo. E ela é grata pelo carinho de sua melhor amiga, que a hospedou em sua casa para que ela não ficasse sozinha e recebesse seus cuidados. Entretanto, algo em seu coração não consegue esquecer a tristeza e a dor desse trauma. Até que ela conhece Grace, uma golden retriever que sofreu abusos e maus tratos, mas que havia sido resgatada por Adam, um homem de bom coração que não suportou ver um animal tão triste e sofrido. Lila, que tem verdadeiro pavor de cães desde a infância, terá de dividir o espaço com Grace. As duas precisam de amor e de tempo para superar suas tragédias pessoais. Grace mantém distância de Lila, pressentindo o medo que ela sente. Aos poucos, porém, Lila consegue enxergar pelos olhos de Grace o amor e a coragem que são tão importantes para seguir em frente.
Um romance apaixonante, sobre os dramas da vida, as incertezas e o amor que chega inesperadamente.

Você não precisa mudar quem é para ter tudo, precisa apenas mudar o foco.
Você tem um carro legal, um apartamento fofo e um cachorro querido, mas o que sua tia quer mesmo saber é quando vai levar um namorado para o almoço de domingo.
Você tem um emprego maravilhoso, uma carreira a todo vapor e um cabelereiro que é um verdadeiro mago, e ninguém para recebê-la à noite em casa.
E, além do mais, você tem tudo o que as revistas dizem que deveria ter: corpo bem-cuidado, amigas, vida social agitada e diversos interesses. Pode conversar por horas sobre livros, filmes, casos e tudo mais. Entretanto, onde está o cara que curtiria tudo isso de tão maravilhoso que você tem a oferecer?
Pois chegou a hora de descobrir como encontrar o homem ideal em um piscar de olhos. Durante toda a vida, as mulheres são treinadas para acreditar que o homem perfeito precisaria ser o típico alfa: desejado por todas, supercompetitivo, de personalidade forte, com dinheiro no banco e um carrão. Ou seja, um belo babaca que se acha dono do mundo. Depois de muita pesquisa e anos de treino, as autoras ensinam como ler a dinâmica dos caras legais e fazer as melhores escolhas. Descubra bolsões imensos de caras legais e prontos para se comprometer. Encontre a magia dos homens beta!

A batalha que vai definir o futuro da Coalizão!
Com Sera dizimada pela Horda Locust e sua população quase extinta, ela agora se divide em três facções: os Abandonados, aqueles que lutam para viver em pequenos grupos e não atendem a nenhum governo; a COG (Coalizão Ordenada de Governos), que um dia fora uma grande organização mas que hoje foi reduzida a um punhado de militares e civis; e os Gorasnis, os últimos sobreviventes da URI (União das Repúblicas Independentes), antigos inimigos da COG.
Quinze anos depois do colapso mundial, COG e URI buscam refúgio na pequena e remota ilha de Vectes. Entretanto, depois da fuga e de uma breve paz entre as duas nações, Marcus Fenix e seus companheiros devem lutar contra outra ameaça, os Lambent, enquanto tentam descobrir as origens das mutações que assolam Vectes e Sera.
Ao decidir entre duas missões suicidas, os Gears e a URI ainda devem enfrentar o presidente Richard Prescott, que guarda um último segredo sobre os Locust e os Lambent. Um segredo que pode definir o futuro da humanidade. Se houver um sobrevivente.

Heloísa Capelas é especialista no desenvolvimento do potencial humano e acredita que é a partir do autoconhecimento que as pessoas poderão encontrar a felicidade. Afinal, elas se sentem infelizes, mas não sabem como fazer uma verdadeira mudança que as leve ao encontro daquilo que poderá suprir esse vazio.
A felicidade é idealizada por fatores externos que, quando alcançados, não satisfazem porque internamente falta o essencial: o amor-próprio.  Então, é fundamental ter um encontro consigo mesmo, é preciso fazer o exercício do autoconhecimento a fim de conhecer seus pontos fortes e fracos, planejar as mudanças que deseja, elevar a autoestima e viver intensamente o amor por si mesmo.
Em O mapa da felicidade, o leitor será convidado a viver uma revolução interna.

 Quais lançamentos vocês mais gostaram?

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Dica da semana: Dose dupla

Faz tempo que a gente não fala de filme aqui no blog, né? A verdade é que não tenho assistido muitos filmes nos últimos tempos. Enfim, esses dias quebrei o padrão e assisti uns 5 filmes. Escolhi 2 e vim falar um pouquinho sobre o que achei de cada um. 

Ilha do Medo
Filmow - Trailer

Faz séculos que eu queria assistir esse filme e fico feliz em dizer que ele correspondeu minhas expectativas.   Teddy e seu parceiro Chuck desembarcam em Shutter Island Ashecliffe Hospital, um hospital psiquiátrico que cuida de criminosos que tem alguma perturbação mental. Eles foram contratados para investigar o desaparecimento de uma assassina. Porém, os médicos da ilha não parecem querer colaborar com a investigação e dificultam ainda mais o trabalho de Teddy. Quando uma tempestade atinge a ilha, o cenário fica ainda pior e Teddy percebe que há algo de muito errado acontecendo ali.

Esse é um daqueles filmes que quanto menos a gente comentar, melhor. É um filme complexo, sombrio e psicológico. Mesmo depois de terminar de assistir, ainda não formei uma opinião sobre o que de fato aconteceu. Enfim, não tenho como comentar mais, sem prejudicar a experiência de quem ainda vai assistir, então só digo isso: ASSISTA

"O que seria pior: viver como um monstro ou morrer como um bom homem?"

Um Álibi Perfeito
Filmow - Trailer

O filme nos apresenta a Mitch, um advogado brilhante que tem uma vida perfeita. Ele nunca perde no tribunal, acabou de ter uma filhinha e tem amigos que se importam com ele. Depois de sair para beber com os amigos, Mitch vai para casa dirigindo e atropela um homem. Desesperado, ele foge sem prestar socorro. Quando ele descobre que a vítima morreu e outro homem está sendo acusado, ele usa todo o seu talento no tribunal e consegue, sem se incriminar, inocentar o cara. O problema é que, depois de um tempo, ele percebe que talvez tenha “metido os pés pelas mãos”. 

Quando fui procurar o filme no filmow, vi vários comentários negativos, dizendo que o filme é fraco e sem roteiro. Concordo que algumas cenas são previsíveis, mas sinceramente acho que o filme cumpriu a proposta de ser um thriller. Fiquei angustiada, briguei com o personagem que estava ~ obviamente ~ fazendo uma besteira e não consegui desgrudar os olhos da TV. Então sim, eu gostei do filme. Achei o começo bem interessante e por mais que o final tenha sido um pouco clichê, não acho que isso desmereça o filme. Um álibi perfeito mostra as consequências causadas por uma ação e tudo o que um homem é capaz de fazer para manter sua família. 

Alguém ai já assistiu? Me contem o que acharam. 

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Lançamentos de Maio: Novo Conceito

E já passou mais um mês, ein? Não acredito que já estamos praticamente na metade do ano. E os lançamentos da Novo Conceito desse mês nos trazem um tom romântico. Gostei de todos os lançamentos desse mês, todos me despertaram uma curiosidade de saber um pouquinho mais sobre a história. Vamos conferir?


Hannah é diretora de elenco em Nova York e ainda chora pelo ex que a abandonou. Rob não é muito bom em assumir compromissos, mas nos tempos da faculdade quase namorou Hannah — e não se esquece disso... Vicki tem um trabalho lucrativo (embora tedioso) como designer de interiores de uma grande rede de supermercados, e é uma depressiva crônica. Nancy leva uma vida dupla, e Joe é um quarentão que adora namorar mulheres mais jovens... Não há como negar: juntos, eles podem comprometer seriamente os planos de Bee de ter o casamento mais elegante da cidade. Da união desses personagens apaixonados resulta um romance divertido e doce sobre vidas entrelaçadas, relações de amizade e o incontestável amor.



 Bianca sempre quis ser roteirista de cinema. Para realizar seu sonho, ela sai do Brasil para estudar na famosa New York Film Academy. Em meio às emoções da nova vida na Big Apple, um rapaz misterioso acaba salvando a vida de Bianca em duas situações diferentes. Tudo o que ela sabe é que o seu herói tem no braço uma misteriosa tatuagem. Sem pistas sobre o seu protetor, ela é convidada para um show da banda The Masquerades, cujos componentes escondem os rostos atrás de máscaras. Uma rosa branca cai sobre o seu colo, arremessada pelo vocalista. Decidida a desvendar a identidade do mascarado, Bianca invade o camarim da banda. A surpresa que a aguarda por trás daquela porta poderá mudar o seu destino. Uma história cheia de humor e romance.



POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...


 Atravessando quatro gerações, A Rosa da Meia-Noite percorre desde os reluzentes palácios dos marajás da Índia até as imponentes mansões da Inglaterra, seguindo a trajetória extraordinária de Anahita Chavan, de 1911 até os dias de hoje. No apogeu do Império Britânico, a pequena Anahita, de 11 anos, de origem nobre e família humilde, aproxima-se da geniosa Princesa Indira, com quem estabelece um laço de afeto que nunca mais se romperia. Anahita acompanha sua amiga em uma viagem à Inglaterra pouco tempo antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial. Ela conhece, então, o jovem Donald Astbury, herdeiro de uma deslumbrante propriedade, e sua ardilosa mãe. Oitenta anos depois, Rebecca Bradley é uma jovem atriz norte-americana que tem o mundo a seus pés. Quando a turbulenta relação com seu namorado, igualmente rico e famoso, toma um rumo inesperado, ela fica feliz por saber que o seu próximo papel – uma aristocrata dos anos 1920 – irá levá-la para muito longe dos holofotes: a isolada região de Dartmoor, na Inglaterra. As filmagens começam rapidamente, e a locação é a agora decadente Astbury Hall. Descendente de Anahita, Ari Malik chega ao País sem aviso prévio, a fim de mergulhar na história do passado de sua família. Algo que ele descobre junto com Rebecca começa a trazer à tona segredos obscuros que assombram a dinastia Astbury.

Um livro para aqueles que amam os livros. 1995. A morte precoce de Amanda Byerly foi um golpe duro, que encheu de tristeza o coração de seu marido, Peter. Mais introspectivo do que nunca, ele decide deixar os Estados Unidos e se instalar na Inglaterra, onde passa a se dedicar à recuperação e à negociação de livros raros. Em um de seus dias de pesquisa solitária, Peter se depara com o retrato de uma jovem muito parecida com sua amada esposa, guardado dentro de um livro. A semelhança impressiona, mas a aquarela foi pintada há muito, muito tempo. Trilhando um sinuoso caminho entre a era vitoriana e o final do século XX, Peter passa a investigar a origem do misterioso retrato. As pistas acabam por levá-lo a se envolver em um mistério histórico: uma obra perdida do dramaturgo William Shakespeare. "O Retrato" é uma fascinante mistura de suspense e paixão que nos convida a viajar no tempo, no rastro de histórias sobre livros.
Gostaram dos lançamentos? :)

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Colin Fischer


Resolvendo o crime. Uma expressão facial por vez. O ano letivo de Colin Fischer acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local. Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola. Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê…
Colin Fischer é um nerd, mas não um nerd qualquer. Colin tem Síndrome de Asperger, “uma condição neurológica relacionada ao autismo” (pág 37), ou seja, é extremamente inteligente, mas tem dificuldades em se socializar. Colin não suporta sons estridentes, não gosta de ser tocado e demora um pouquinho para entender o que a expressão facial de uma pessoa quer dizer. Geralmente, ele usa uma tabela onde ilustrou diversas expressões e consegue achar qual corresponde com a que foi exibida. Muito interessante.

Outra mania de Colin é sempre carregar seu caderno vermelho, onde faz anotações de absolutamente tudo que acha necessário. Em seu primeiro dia do colegial, ele realmente tem muito o que anotar. Entre ter sua cabeça enfiada na privada por Wayne Connelly, ser forçado a jogar basquete e (pasme!) fazer arremessos incríveis e presenciar um tiro dentro da cantina, Colin teve um primeiro dia agitado e percebeu que tinha uma missão: descobrir quem levou a arma para a escola. Afinal, ele não podia deixar um inocente levar a culpa. Investigar.  
E para conseguir investigar o que de fato aconteceu na cantina da escola, Colin vai quebrar algumas barreiras. Mentir para os pais pela primeira vez é uma delas. Encarar sua repulsa pela cor azul e ajudar um “inimigo” também. Até onde ele vai conseguir chegar? Observar.
“Sem perceber, Kuleshov confirmou uma antiga crença sobre a melhor maneira de enganar as pessoas: mostre-lhes coisas em que elas queiram acreditar. O resto acontece naturalmente.” Página 72
Colin tem uma pureza e um jeito muito simples de encarar o mundo. Para ele, tudo é baseado em fatos, então basta entender os fatos para entender a realidade. Devido ao seu jeito de pensar, a franqueza está sempre presente nos seus diálogos. Ele fala sobre aquilo que sabe ou que observou, sem medir se isso vai causar desconforto ou vergonha. Mas, diferente do que pode parecer, Colin não é um personagem fraco ou triste. Ele encara os fatos e sabe bem quem ele é. Uma prova é quando o irmão o chama de retardado e ele garante a mãe que está tudo bem.  Afinal, ele sabe que ele tem um Q.I.muito alto e não é retardado e isso encerra o assunto. 

Durante a leitura, fica claro o quanto Colin gosta de estudar e obter novos conhecimentos. Por isso, achei bem bacana o livro conter várias notas de rodapé, explicando mais a fundo alguns assuntos. A diagramação do livro também chama a atenção. No início de cada capítulo, há uma carinha com alguma expressão. No meio da narrativa, encontramos algumas anotações que Colin fez no caderno. Esses trechos nos aproximam ainda mais do personagem. E a capa dispensa comentários, é linda. 

Além de mostrar a relação de um adolescente com Síndrome de Asperger com a escola e com outros adolescentes, o livro mostra como a família lida com as diferenças de Colin. Os autores também abordam a dificuldade que o irmão mais novo de Colin tem em aceitar o tratamento diferenciado que ele recebe dos pais. 

Enfim, é encantador ver o mundo com os olhos de Colin. O seu jeito de pensar e encarar a vida poderia ser um pouquinho utilizado por todos. O final deixou um gancho para um próximo livro e eu realmente espero que os autores considerem escrever mais. Adorei conhecer Colin e gostaria muito de embarcar em outra aventura com ele. 
“Para Colin, isso se aplicava a todas as matérias. Aprender uma coisa era saber essa coisa; saber uma coisa era entender essa coisa; entender essa coisa era enfrentá-la sem medo.” Página 26
*Este livro foi uma cortesia da Editora Novo Conceito.