INÍCIO SOBRE PARCEIROS RESENHAS ENTREVISTAS CONTATO

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Lançamentos de Junho: Belas-Letras

Posso falar? Estou apaixonada pelos lançamentos da Belas-Letras desse mês. Acho que só quem tem alguém na família com Alzheimer sabe o quanto essa doença é triste. Ver o que esse neto fez pela avó é uma grande lição de vida e de amor. Lembro quando vi uma reportagem contando que a história do Fernando e da Vó Nilva ia virar livro. Agora estou doida pra ler, sem mais. 

Outro livro que ganhou meu coração foi o Cozinha para 2. Vocês sabem que estou entrando no mundo da culinária e esse livro parece ser perfeito para isso. E por fim, pra quem vive de mal humor temos o azedo lançamento Grumpy Cat. Bora conferir?



COMPARTILHAR A DOR NÃO É SOFRÊ-LA NO COLETIVO, É LIVRAR QUEM DELA SOFRE. Durante um ano, um neto largou tudo que tinha – o emprego, a carreira, os estudos – para se dedicar integralmente à avó, diagnosticada com Alzheimer. Convivendo com a divertida, bonachona e, claro, sempre esquecida vovó Nilva, o neto Fernando, um jovem aspirante a filósofo com um talento epistêmico para a comunicação, aprenderá uma lição de vida que doença nenhuma pode apagar. Uma história real que emocionou o Brasil e vai fazer o leitor rir e chorar, mas nunca mais se esquecer dela. Porque o amor não é uma lembrança; é uma regra da alma.

Uma das coisas mais gostosas da nossa “vida de casal” é comer juntos. Enquanto a gente almoça, pensa no que vai comer no jantar. Quando eu e o Duca fomos morar juntos e descobri que ele não sabia fazer absolutamente nada na cozinha, pensei: estamos lascados. Do meu pai, eu herdei o prazer de comer. Da minha mãe, a preguiça de fazer comida… O Cozinha para 2 é um retrato do nosso cotidiano: temos vontade de comer coisas boas mas não temos paciência para preparar receitas complicadas. Quando conheci o Duca, eu sabia que tinha encontrado o melhor namorado, amigo e parceiro de garfo. Embora a gente tenha relações totalmente diferentes com a comida, isso nunca nos atrapalhou. Comer para ele é uma necessidade. Para mim é afeto. Ele come para sobreviver. Eu como por prazer. Ele prefere doces. Eu prefiro salgados.  Por isso as receitas deste livro vão muito além da comida para nós. Por trás de cada prato que apresentamos aqui há uma história para contar. Em cada mordida há um beijo apaixonado. Cozinhar é uma forma de amar.

O gato mais mal-humorado do mundo gostaria de nunca ter escrito um livro. Mas, já que passou pela horrível experiência, espalha seu desgosto com a vida nas páginas de Grumpy Cat: Um Livro Azedo, que será lançado no Brasil pela Belas-Letras, no dia 27 de junho.
Fenômeno mundial da internet, Grumpy Cat conta a pior de suas sete vidas, dá mil motivos para ficar de mal com a sua e outros tantos para que você o deixe em paz. O livro ainda tem jogos e atividades para você praticar o seu mau humor e, como o gato, multiplicar a frustração por onde passa.
Para os fãs brasileiros, Grumpy deixa um recado: "Odeio vocês. Se forem ler o meu livro, por favor, não se divirtam".



Quais lançamentos vocês mais gostaram?

Um comentário: